terça-feira, 6 de novembro de 2007

Jornalismo no Canadá

Eu sei que não sou a única mas estou preocupada com o meu trabalho. Não com o meu trabalho atual, mas lá no Canadá, como será que vai ser? Aqui eu não trabalho na minha área, mas lá eu gostaria realmente de conseguir algo em Jornalismo. Como a área do João tem trabalho de sobra (TI), estamos contando que ele consiga um trabalho rapidinho, me dando assim, condições para eu me preparar e enfrentar melhor o mercado de trabalho de lá.

Estou no começo das pesquisas e pelo que estou vendo, não vai ser muito fácil no início. A maioria das vagas... OK, todas, pede um inglês fluente e depois de tantos anos sem praticar, eu posso dizer que meu inglês é tudo menos fluente!!! Procurei em sites de voluntariado também e achei interessantíssimo eles terem vagas para jornalistas. Seria um bom início para a minha experiência canadense. Claro que eles também pedem inglês fluente mas peraí né? Vão recusar ajuda gratuita? Nem que eu fique apenas observando e absorvendo tudo!!

Enquanto isso, vi alguns sites de instituições que ajudam o imigrante a se preparar. Acredito que cada cidade tem a sua com cursos de idiomas, preparação para entrevistas e até o "Como fazer o seu currículo".

Achei um site muito legal que se chama JeffGaulin.com para empregos exclusivamente na área de Jornalismo para o Canadá todo. A busca por emprego é gratuita e você paga apenas se quiser deixar registrado lá o seu currículo. Tem muita coisa boa na área de fotografia e principalmente revistas. Não sabia que o Canadá tinha tantas!! Procurei e em algumas cidades tinha trabalho até em 3 revistas diferentes. Alô-ôu 3?! Aqui em Recife só tem a Continente Multicultural e olhe lá porque só entra com QI. Tudo beeeem que lá o networking tem um peso grande mas é animador pensar que a possibilidade de um dia vir a trabalhar com o que eu realmente gosto é real.

Enfim, tenho que começar a estudar também como funciona o Jornalismo por lá. Não sei ainda se o meu diploma é aceito sem algum curso complementar, se precisa de registro, etc. Alguns sites como a Associação Canadense de Jornalistas podem ajudar mas não sei se será o bastante. Gostaria muito também de fazer uma pós mas isso são planos futuros. Por enquanto, vou descobrindo e dividindo com vocês.

4 Comments:

Ninha said...

Oi Cau, pois é ... Isso tb é uma das minhas perguntas, eu faço nutrição e tenho hotelaria ( curso Senac ) e Christal ( rs ) entao tb conto com o maridao. Tomara que consiga rápido algo. Tenho entrado todos os dias nos sites de empregos canadenses como o monster e workopolis e realmente todos os dias aparecem Java Developer, php developer, web design ... .Net ( asp css vb ) essas coisas. Agora eu com certeza terei q entrar num co-op ou no Now, pra ai cair no mercado de trbalho, e pra isso, o maridao realmente tera q estar trabalhando, pois a nenem aida estara com 2 anos e meio e entrara nas famosas Child Care que custam 500 dolares. Mas estamos indo confiantes, nem q a gt espere 2 meses trabalhando em outra coisa até pintar a tao esperada entrevista. Ah, e uma boa reserva pra comprar o basicao pra casa e aguentar 2 meses ...
bjs!

Cira said...

Esse vai ser um dos, se não o maior, problema para mim. Minha áera a a mesma que a sua Cau e como sabemos pra arrumar um trampo é um tanto quanto complicado.

Penso em seguir a carreira de fotógrafo, pq não? Acho legal fotografia, mas não tenho certificado de curso nenhum. E minha noção é apenas a que nós aprendemos no curso de jornalismo.

Entrar em um curso aqui no Recife? Pode até ser, mas começarei a pesquisar muito, pois sei que vão exigir a Câmera, que não é num um pouco "barata".

Mas isso é apenas o início da correria que vai ser pra tentar de qualquer maneira se encaixar no mercado de trabalho canadense.

Sorte pra nós.

Rossana said...

Oi Cau!!

Muito bom esse site que você postou aí!! Eu fiquei sabendo dele no último encontro do grupo aqui. Realmente tem uma quantidade legal de empregos em foto, o que é bom pra mim, já que sou fotógrafa!! Sugestão pra ti e pra Cira... se querem ingressar nessa carreira, deixe pra comprar equipamento lá. Aqui não vale a pena, principalmente quando se está juntando dinheiro para o processo... a não ser que tenham dinheiro sobrando... lá a gente vai ter que começar meio que do zero mesmo... e fazer um curso profissional aqui tem que ter equipamento, como a Cira disse. É uma área muito legal, eu AMO!! E não é complicado. Aqui é uma área fechada e complicada de entrar... mas acredito que lá não seja assim!! No caso de querer trabalhar em redação mesmo, não acho que seja impossível não... é só uma questão de dedicação e paciência... isso que você falou, de entrar como voluntária vale muito a pena... ganhamos experiência e começamos o networking... nesse meio tempo vai aperfeiçoando o francês/inglês e mete bronca!!

beijocas

Camila said...

Oi, Cau!

Me identifiquei muito com o que você disse, pois estou na mesmíssima situação.

Pelo o que tenho pesquisado, imagino que meu marido vai ter muito mais chances de conseguir um trabalho, pois é designer/webdesigner. Já eu, como você, sou jornalista. E fico pensando em como escrever bem em francês (é que estou pensando em ir para Montréal). Demora um tempo (não saberia mensurar quanto) para escrever bem, especialmente noutro idioma...

Fiquei pensando em alternativas como as que você postou: será que eles recusariam uma jornalista voluntária? hehehehe E, claro, também pensei num mestrado. Por falar em mestrado, não sei se você tem conhecimento, mas existe um site em que é possível obter informações sobre ajuda financeira para estudantes. Confesso que não tive tempo de visitá-lo como gostaria (o descobri somente ontem à noite) e, pelo o que soube, o governo canadense te paga para estudar (como as nossas bolsas do CNPq, Capes e congêneres) e paga a universidade. Depois de conseguir um emprego, você paga ao governo o investimento que ele fez na sua educação. A ótima notícia é que parece (pelo relato que vi) que você paga apenas 35% do que tomou "de empréstimo". Fiquei animada! O site é: http://www.afe.gouv.qc.ca/en/index.asp

Se quiser, pode me escrever no camilanovais@yahoo.com.br

Um abraço e boa sorte!